Valeu a pena…

Nessa semana, depois de alguns dias de recesso do consultório devido a uma pequena cirurgia, retornei ao batente. Já no retorno, fui mais uma vez surpreendido com uma reflexão de um paciente.

Ele me disse que:

“Doutor, o tratamento em psiquiatria nada mais é do que um resgate de sonhos e ilusões. Sobre o sofrer, cabe àquele que sofre sonhar. Sonhar por dias melhores. Ou seja, cabe pescar boas ilusões. Sei que, às vezes, isso acaba por ser difícil, mas é necessário. O tratamento tem que ser um meio para tal. De alguma forma, é função do tratamento pescar sonhos e ilusões. Sem isso, nada servirá. Então, o psiquiatra é um pescador de sonhos e ilusões. Espero que o senhor conheça essa música, pois os nossos sonhos e as nossas ilusões precisam ser resgatados. Há de se ter arte, desejo e envolvimento nessa busca. O pescador de ilusões precisa disso. Só os remédios não pescam os sonhos e as ilusões. Então, hoje, agradeço a você meu médico pescador de ilusões”.

Claro que conheço a música. Claro que sou muito fã do Rappa. Claro que admirava, sobremaneira, o grande letrista Marcelo Yuka. Claro que fiquei lisonjeado com a charmosa analogia feita por esse paciente. Ao final da consulta, restou-me responder:

Valeu a pena Êh! Êh!

Régis Eric Maia Barros