Que o mundo seja governado por eles

Caretas

Que as palavras de ordens sejam gritos de alegria…

Que as disputas sejam pelas melhores brincadeiras…

Que a homenagem seja para aquele com a careta mais engraçada e feia…

Que não existam vitoriosos ou derrotados…

Sem domínios e dominados…

Iguais, literalmente iguais…

Onde o julgamento de valor não prospera…

Sem cor, credo, ideologia ou etnias…

Correrias e piruetas…

Repletas de pureza e satisfação…

Ingenuidade e sinceridade…

Um mundo sem acordos ou acórdãos mesquinhos…

Relações desprovidas de interesses…

Sem egos inflados…

Pega-pega, carimba, parquinho e enfileirados…

Sorrisos e algazarra…

Transparência e verdade…

Esse mundo é melhor e maior…

É o mundo das crianças!

Todo mundo desenhando…

Tintas no chão…

Mãos sujas no borrão…

Hora do lanche…

Ora vamos lanchar para crescer…

Crescer por quê?

Permaneçam assim: pequenos e pequeninos…

Mas, imensos de tudo de bom…

Sejam crianças para o todo e o sempre…

Seria melhor que vocês nos governassem…

Muito melhor…

 

Régis Eric Maia Barros