Pequenos versos inacabados

Anoitecer em Brasília

Noite findando
Últimas leituras do dia
A mente necessitando de calmaria
Com a certeza da travessia
Crescimento…
Como ele é belo!
Admiro este momento
Capacidades esbeltas
Conhecimento…
Neurônios conectados
Abstrações sem cadeados
Conclusões inconclusivas
Discernimento…
Empirismo respeitado
O inteligível alcançado
Um saber pulsante
Sentimento…
Vivo estou
Muito mais do que fisiologia
Relação com a filosofia
Casamento…
A felicidade vence o cansaço
Arquitetando o compasso
Criar um novo espaço
Sonolento…
Assim, estou
Olhos se fechando
Sonhos executando
Sedento…
Pelo amanha
Pois, outra vez
Provocarei a sensatez
Descobrimento…
Boa noite!

Régis Eric Maia Barros