Imagina! Não sou preconceituoso

 

 

Não somos preconceituosos…

Mas,

Não aceitamos mulheres com salários iguais aos homens

Não somos preconceituosos…

Mas,

Não aceitamos cotistas nas universidades

Não somos preconceituosos…

Mas,

Não aceitamos os homossexuais e os achamos promíscuos

Não somos preconceituosos…

Mas,

Não entendemos que a proibição da maconha não ajuda em nada

Não somos preconceituosos…

Mas,

Não percebemos que o periférico é visto diferente daquele que vive nos bairros  nobres

Não somos preconceituosos…

Mas,

Não queremos enxergar que o negro pobre apanha da polícia muito mais do que o branco rico

Não somos preconceituosos…

Mas,

Não criticamos a fala de que “a culpada do estupro é a mulher”

Não somos preconceituosos…

Mas,

Não respeitamos o contraditório e o diferente

Não somos preconceituosos…

Mas,

Somos os donos da razão

Não somos preconceituosos…

Mas,

Questionamos os direitos das domésticas

Não somos preconceituosos…

Mas,

Achamos que os trabalhadores têm muitos direitos

Não somos preconceituosos…

Mas,

Achamos que bolsa-família alimenta “vagabundagem de vagabundos”

Não somos preconceituosos…

Mas,

Entendemos que bandido bom é um “bandido morto”

Não somos preconceituosos…

Mas,

Sua ideologia é melhor e superior que a dos outros que veem diferente

Será que não somos preconceituosos?

 

Régis Eric Maia Barros