A vida não tem espaço para questiúnculas

ben-e-leo-alimentando-os-gansos

Tudo passa rápido. Quando notamos, a jornada aqui findou. O tempo acabou e, por vezes, ficamos presos ao supérfluo. Gastamos nossa energia vital naquilo que não se devia ter gasto. Perdemos oportunidades. Esquecemos o essencial em face do trivial. Beijos, afagos e abraços são deixados de lado. Acabamos por nos esquivar daquilo que vale a pena. Um caminhar repleto de bobagens que não leva a lugar nenhum. O real valor da vida consumido por questiúnculas que não agregam. Isso tem um preço, visto que, nossa pulsão e força pelo viver vai sendo minadas. Consequentemente, além de cansados, ficamos frios e rígidos. Sempre que o nosso aparato emocional é consumido nessas questiúnculas, aquilo que é realmente importante acaba por ser deixado para trás. Ficamos absortos em bobeiras. Gastamos tempo com baboseiras e com pessoas que não alimentam nossa alma em “coisíssima” nenhuma. Só há um porquê do existir – Ser Feliz. E a felicidade é roubada quando dormimos e acordamos envolvidos em questiúnculas. Faça diferente e seja feliz…

Régis Eric Maia Barros